Números do WhatsApp de 500 milhões de usuários à venda, dados de usuário do Twitter vazados

0
51

A base de dados de números móveis WhatsApp de cerca de 487 milhões de utilizadores foi alegadamente colocada à venda num fórum da comunidade de hacking. Diz-se que estes números pertencem a utilizadores da WhatsApp de 84 países, a partir de uma base de dados recente. Diz-se que o hacker utilizou uma técnica chamada scraping para recolher a informação pessoal destes utilizadores da WhatsApp. Entretanto, os dados de uma violação de dados anterior do Twitter foram publicados online. Diz-se que a fuga inclui informações pessoais dos usuários, incluindo o seu tratamento no Twitter, nome da conta, nome de usuário, localização, números de telefone, e endereços de e-mail.

De acordo com um relatório pela Cybernews, um utilizador colocou um anúncio num popular fórum de hacking para a venda dos números móveis de cerca de 487 milhões de utilizadores do WhatsApp. O hacker afirma ter deitado as mãos a uma base de dados com mais de 32 milhões de números de utilizadores americanos, que foi avaliada em 7.000 dólares (cerca de 5.70.000 Rs.), de acordo com o relatório.

Da mesma forma, os números pertencentes a cerca de 45 milhões de utilizadores no Egipto e cerca de 35 milhões de utilizadores em Itália estão também alegadamente à venda. A publicação afirma que foi capaz de obter e verificar 1097 números do Reino Unido e 817 números dos EUA do hacker. A pessoa pode ter usado uma técnica chamada scraping, para recolher informação pública, para obter estes números. Estes números de telefone divulgados poderiam inevitavelmente ser utilizados para fins de marketing, phishing, personificação, e fraude, aponta o relatório.

“A alegação escrita no Cybernews é baseada em imagens não substanciadas. Não há provas de uma ‘fuga de dados’ da WhatsApp”, disse um porta-voz da WhatsApp à Gadgets 360.

Entretanto, os dados de cerca de 5,4 milhões de utilizadores do Twitter que foram postos à venda no início deste ano foram agora divulgados num fórum online.

De acordo com um relatório pela BleepingComputer, o Twitter pode ter sofrido uma violação de dados ainda maior, que pode ter afectado um maior número de utilizadores. Esta nova violação de dados pode conter a informação de dezenas de milhões de utilizadores do Twitter, incluindo os seus números de telefone pessoais, de acordo com o relatório. Pode ter ocorrido devido ao mesmo bug de API que levou ao vazamento anterior. Esta informação foi reportada revelado pelo analista de segurança Chad Loder no Twitter. Contudo, a conta do pesquisador foi suspensa, o que aparentemente forçou Loder a carregar detalhes vermelhos no Mastodon.

A BleepingComputer diz que conseguiu obter o despejo de dados de 1.377.132 números de telemóvel da França incluídos na suposta violação de dados do Twitter. Notavelmente, estes números não foram incluídos nos dados anteriormente vendidos de 5.4 milhões de utilizadores do Twitter. Diz-se que a nova violação de dados inclui vários ficheiros divididos por países e códigos de área, incluindo a Europa, os EUA e Israel. No total, pode consistir em mais de 17 milhões de registos vazados.

Votos: 11 | Pontuação: 4.6

No votes so far! Be the first to rate this post.

Partilhar este artigo