Os carros elétricos com mais autonomia em 2022

0
189

A tecnologia de baterias e a infra-estrutura de carregamento está constantemente a melhorar, transformando rapidamente EVs de veículos de nicho em substitutos viáveis para automóveis com motores de combustão.

Mas a distância que se pode percorrer entre carregamentos ainda é uma preocupação válida.

5º Lugar: Ford Mustang Mach-e – 610 Kms

Na quinta posição dos elétricos com mais autonomia, outro SUV, o Ford Mustang Mach-e que é apresentado com uma autonomia máxima de 610 Kms.

A Ford apresenta 5 versões diferentes, com 2 baterias alternativas, uma de 76 Kwh e outra de maior capacidade, 99 Kwh, com preços muito competitivos que começam nos 50 mil euros.

4ºLugar: BMW iX – 630 Kms

O BMW iX é um SUV elétrico premium com 4,95 metros de comprimento, que tem uma autonomia de 630 kms, independentemente dos seus mais de 3100 kgs de peso.

Com uma potência que pode chegar aos 620 cavalos, o BMW iX é apresentado em 3 versões diferentes com preços desde 90 mil euros, sendo o principal concorrente do Tesla Model X.

A versão mais potente do iX, a M60, mantém uma autonomia de 575 Kms e é passível de uma aceleração até aos 100 kmh em 3,8 segundos, qualificando-se como um dos SUV mais rápidos do mundo.

Embora não tenha a performance do mais potente Model X, é ainda assim espantoso para um SUV que busca essencialmente focar-se na sofisticação e no conforto, oferecendo tecnologia como o BMW iDrive, uma qualidade de construção mais elevada do que a do seu concorrente e suspensão pneumática.

bmw

3º Lugar: Tesla Model S – 650 Kms

O Tesla Model S era o carro com maior autonomia há alguns meses atrás e foi destituído de líder nessa categoria há relativamente pouco tempo.

Em todo o caso, o Model S continua com uma auto-suficiência de referência, nos 650 kms.

Ainda que tenha concorrência sofisticada, como o Porsche Taycan, o Audi e-Tron ou o EQS da Mercedes, o facto de ter estado sozinho no seu segmento durante alguns anos concede-lhe o direito de continuar a ser a referência nos elétricos topo de gama.

O Tesla Model S, apresentado em 2 versões, a versão ‘ MS Long Range’ e a versão ‘MS Plaid’, com preços de venda a público de 107 mil euros e de 131 mil euros cada, mantém um registo surpreendente de desempenho e potência.

A versão mais potente, a MS Plaid, tem uma potência de 4 dígitos (!), mais de 1000 cavalos e é capaz de uma acea uns inatingíveis 322Km/h.

2º Lugar: Mercedes EQE – 660 Kms

O Mercedes EQE, é o novo elétrico da família Mercedes EQ.

O novo modelo usa a mesma plataforma do EQS, tem quase 5 metros de comprimento e tem um custo a partir dos 74 mil euros.

Provido de uma bateria de 90 Kwh, o EQE é capaz de viajar uma distância máxima entre cargas de 660 Kms, o que o coloca à frente de todos os Tesla.

Com uma vertente futurista e um ambiente extravagante, no EQE não se sente a preocupação habitual da autonomia, sobretudo quando está apto a carregar 250 kms adicionais somente em 15 minutos.

1º Lugar: Mercedes-Benz EQS – 780 Kms

O Mercedes EQS é o carro que tem, atualmente, a maior autonomia, uns surpreendentes 780 Kms entre carregamentos.

A autonomia deste topo de gama Mercedes é possível por causa da bateria, que tem uma aptidão de 107.8KWh, e ao coeficiente aerodinâmico, de apenas 0,20 cx, preferível ao Porsche Taycan ou do Tesla Model S.

Este EQS, o semelhante ao Mercedes-Benz Classe S mas na gama elétrica EQ, disponibilizado em 3 versões diferentes, com potências entre os 333 e os 658 cavalos de potência e com preços desde os 122.650€.

A versão mais desportiva, a AMG EQS 53, mantém um registo de autonomia considerável, sobretudo para um carro com 5,22 metros de comprimento e que chega a acelerar até aos 100 Kmh somente em 3,8 segundos, 578 kms entre carregamentos.

Votos: 14 | Pontuação: 4.5

No votes so far! Be the first to rate this post.

Partilhar este artigo